Nas trilhas do caminho Tudo tem seu tempo, sua hora, Sua alegria exata, seu sustento. Rosa in "Feito rio menino"


terça-feira, 7 de dezembro de 2010

Reflexões do coração


               A gente se redescobrir como pessoa é uma tarefa muito incrível. Nos leva por caminhos inusitados, se você tiver o coração aberto, generoso e desapegado. Há que se dedicar a isto com coragem, determinação e sinceridade de alma. Não vejo outro jeito.

               Para tal é preciso aprender a mergulhar no fundo mais recôndito de seu ser sem medo. Lá você pode descobrir a sua verdadeira grandeza e ao mesmo tempo a sua total fragilidade como ser humano.
               No mundo em que estamos metidos, tão materialista e mesquinho, competitivo, excludente, não há espaço para reflexões nem para tomadas de consciência profundas e reais. Há muito barulho e alienação na consciências de muitas das pessoas.  Impera a mentalidade consumista, imediatista , descartável, do brilho fácil, do "o que eu tenho  a ver com isso?" tão triste de se ouvir e se ver nos dias de hoje até entre os mais jovens.
                E o nosso coração não se contenta com isso de jeito nenhum. Tem sede de amor, de profundidade, de acolhimento e generosidade. Quer reviver, redesenhar os antigos sonhos guardados "nas prateleiras empoeiradas do tempo"... Quer reaprender a voar, sem medo de se machucar de novo e quebrar as asas. 
                Somos marcados por diversas dores, traumas, tristezas acumuladas, etc que nos faz, por vezes, sentir a nossa vida pesada, sem nexo, sem graça.
                Tenhamos coragem de nos defender desses fardos, dessas pedras que nos colocamos nas costas...e coragem de desengavetar os projetos, os sonhos profundos, esquecidos num cantinho da alma...
                Liberta o teu corpo, tua mente de amarras e dores desnecessárias e se permita viver, viver livre, espontânea e simplesmente. 
                Com certeza assim, você sentirá a leveza e a beleza da vida na pele, no rosto, nesse sorriso que ilumina o ambiente de emoção, de cores novas porque você está se vendo do modo diferente... perceba.

Rosa Bautista Machado



Nenhum comentário:

Postar um comentário